Pesca Fantasma


Quando equipamentos de pesca são abandonados, perdidos ou descartados no mar, eles não apenas poluem. Eles continuam matando animais como tartarugas, golfinhos e peixes por muito tempo, causando acidentes até mesmo com humanos. Este fenômeno é chamado pelos cientistas de “pesca fantasma”. Ele causa impactos ecológicos ao eliminar espécies-chave dos ecossistemas, e econômicos, ao matar animais que são explorados pela indústria pesqueira.

Este assunto começou a chamar a atenção do mundo há cerca de 30 anos, mas mesmo em países desenvolvidos ainda é mal compreendido e pouco é feito para controlar seus impactos. Estudos conduzidos nos Estados Unidos verificaram que de acordo com a durabilidade do material que compõe o equipamento de pesca - normalmente materiais sintéticos super-resistentes - podem continuar matando seres marinhos por muitos anos. No Brasil, um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Federal do Paraná (UFPR) indicou que a maior parte deste material é descartado no mar intencionalmente, como lixo, e que em média morrem dois surfistas por ano enroscados em redes de pesca.

Os mergulhadores são menos vulneráveis por terem uma visão privilegiada dentro d’água, mas ao mesmo tempo, são aqueles que melhor podem testemunhar o horror que é uma rede de pesca perdida, cheia de animais presos nela. Alguns países começaram a obrigar a indústria pesqueira a utilizar equipamentos de pesca biodegradáveis. Desta maneira, o equipamento de pesca perdido ou abandonado se desintegraria na água após algum tempo, reduzindo significativamente seu impacto no ambiente. Enquanto atitudes como esta não são adotadas em todo o mundo, podemos agir localmente.

Você pode se juntar à uma boa escola de mergulho e participar de dias de limpeza do fundo do mar, os famosos Cleanup Days. A sua participação pode não solucionar o problema da pesca fantasma ou da poluição por resíduos sólidos no planeta, mas como dizem, “Seja a mudança que quer ver no mundo”.

Ramon Noguchi, Instrutor de mergulho na Coral de Fogo

Para saber mais: http://www.ghostfishing.org/ Imagem: Kyle Koyanagi, NOAA @ news.nationalgeographic.com

#impactoambiental #poluição #biologiamarinha #educaçãoambiental #pescafantasma #detritos

Endereço
Av. Repórter Nestor Moreira, 01
Mourisco Mar Botafogo,
Escola de Mergulho Coral de Fogo
Botafogo, Rio de Janeiro - RJ
CEP 22290-210

Ligue ou envie uma mensagem

Cel.:       (21) 96515-1629

Horário de Funcionamento
Segunda a Sexta das 9h às 18h